• Anelise Campoi

Guia de Boas Práticas na Arquitetura: Mais Sustentabilidade em seus projetos em 3 dicas simples!




Antes de começar, você sabe o que significa "Sustentabilidade"? - Essa palavra foi usada pela primeira vez no relatório de Brundtland, em 1987, neste relatório, ela foi empregada para relacionar o "desenvolvimento que supre necessidades atuais sem comprometer o atendimento das necessidades das futuras gerações em atender às suas." Infelizmente, a palavra têm sido usada de forma exaustiva nos últimos 10-15 anos, muitas vezes sem o menor compromisso com o conceito que derivou o termo.


Agora que já exploramos o significado real da palavra, já entramos em outro ponto: Quais escolhas sustentáveis você têm tomado em seus projetos, ou ações profissionais não relacionadas à arquitetura? Mas como eu e você podemos fazer a diferença, mesmo que sejamos 2 em 7 bilhões? O ponto está na coletividade, na informação e na disposição de se colocar em uma posição de aprendizado. Profissionais de diversos segmentos podem certamente causar um impacto positivo, se estiverem dispostos a modificar conceitos antigos e ultrapassados que os moldaram profissionais.


Para responder essa pergunta, precisamos analisar o cenário e entender que as cidades estão avançando cada vez mais para os territórios que antes não eram ocupados. Essa expansão natural da vida civilizada já era esperada, e os reflexos desses avanços já podem ser sentidos, positiva e negativamente. Aqui estão 3 dicas que podem te ajudar a responder à pergunta: "Como nós, enquanto profissionais, podemos criar ambientes mais sustentáveis, ecológicos e renováveis?"


1. Trabalhe com vários profissionais de variados segmentos, construindo uma estrutura holística e ampla.


Como construir um espaço pronto para receber pessoas com necessidades especiais de locomoção se você não se encontra nessa posição social? O conceito de ecologia é parecido, porque precisamos de pessoas que entendam dos impactos ambientais de cada ação, para orientar e guiar aqueles que estão construindo, reformando e projetando espaços novos. É preciso buscar conhecimento nessas áreas para entender quais são as melhores alternativas aos materiais, estilos e costumes profissionais convencionais.


Albert Einstein já dizia que "Insanidade é fazer a mesma coisa e esperar resultados diferentes", e neste quesito, é realmente importante que arquitetos e designers de interiores façam essa conexão com profissionais da área ambiental, ou profissionais da área da arquitetura e engenharia, que tenham especialização no assunto. Essa atitude não têm impactos positivos somente naquele projeto em específico, mas também na abordagem de mercado que esses profissionais terão, após entregarem um trabalho bem feito.





2. Utilize materiais sustentáveis em seus projetos.

Algumas pessoas questionam o uso de materiais renováveis e sustentáveis em projetos, talvez pelo seu custo mais alto ou até mesmo pela falta de combinações possíveis entre esses materiais e materiais/itens mais sofisticados, já conhecidos na arquitetura.


Você já parou pra pensar que quem faz as tendências somos nós, os profissionais? O uso de um material inovador e as novas combinações definem as novas tendências. Em seus projetos, busque ousar a tentar integrar criações sustentáveis com modernidade, classe e beleza. É possível e super acessível, como esses exemplos, citados pela revista 'Viva Decora':



Uma estante aberta (outra tendência para decoração em 2021) feita de materiais metálicos reutilizados. Em grande escala, esse tipo de móvel pode poupar muito nosso planeta, já que a extração de minério de ferro é um processo bastante ardiloso para o solo.


3. Crie um modelo disciplinar que possa ser duplicado entre seus companheiros de trabalho e clientes.


É de suma importância que você seja a luz que tanto espera ver nas pessoas, principalmente quando falamos de futuro, energia renovável e projetos sustentáveis. É importante popularizar esse assunto para os outros profissionais de sua área e abordar essa questão como algo que já está nos afetando hoje. Quanto mais pessoas tiverem cientes de como alteramos o mundo em que vivemos, maiores são as chances de conseguirmos reverter (ou no mínimo, atrasar) esses efeitos colaterais de anos de construção, expansão e exploração dos recursos naturais.


Disseminar esse tipo de informação fará com que esse assunto seja cada vez mais frequente e relevante, quebrando o tabu da "chatice" que infelizmente envolve esse tópico. Utilize suas redes sociais e a sua influência social para abordar esse assunto e fortalecer cada vez mais o time dos profissionais que se importam com o meio ambiente, e projetam espaços que refletem seu cuidado com o Planeta. O cliente final é o maior disseminador desses ideais, porque ele vai falar naturalmente sobre seu projeto sustentável (e seus responsáveis técnicos), e como ele têm feito a sua parte para contribuir com uma cidade mais limpa e sustentável.



Confira a galeria com imagens de projetos com conceitos de sustentabilidade e energia renovável no Brasil e ao redor do mundo!



Gostou do conteúdo? Compartilhe com algum amigo e espalhe conhecimento!




0 comentário