• Anelise Campoi

Dark Stores: Como este novo conceito pode modificar o varejo?

Atualizado: Abr 14




O conceito se espalhou na pandemia, já que as lojas haviam feito lançamentos de suas unidades, no final de 2019, em busca da expansão do mercado, que estava prevista para aquele ano. Bom, o que aconteceu em 2020 (e ainda está acontecendo em 2021) dispensa apresentações, e por isso, muitos planos mudaram.


Muito se discutiu sobre o que fazer com estes espaços que estavam ali, sem a utilização que havia sido prevista para tais locais. O aluguel não deixa de ser cobrado e o investimento para que essas lojas saíssem do papel precisava ser recuperado. Então, alguns lojistas de grande importância no mercado adotaram o espaço como grandes centros logísticos nas grandes cidades, gerando receita e reaproveitando os espaços vazios.





É possível que uma dark store seja uma loja comum? Sim, é possível que uma área da dark store seja aberta ao público, mas a ideia central é encurtar a distância entre o tempo de espera e o produto finalmente chegar às mãos do cliente.



A ''Uberização'' da economia atingiu também este setor, onde comprar uma peça de roupa tornou-se uma experiência de usuário extremamente inteligente, onde o foco está o na resolução do problema e não na navegação até encontrar uma possível solução pra esse problema.



0 comentário